The Web Poetry Corner
DreamMachineThe Web Poetry Corner is a Dream Machine Site
The Dream Machine --- The Imagination of the World Wide Web
Google

The Web Poetry Corner

Ney Sant'anna

of

Rio De Janeiro, Rio De Janeiro, Brazil

Home Authors Alphabetically Authors Date Submitted Authors Country Submission Rules Feedback



If you have comments or suggestions for Ney Sant'anna, you can contact him or her at:
projetomcs@yahoo.com.br (Ney Sant'anna)


Find a book store near you, no matter where you are located in the U.S.A.!


Cerzan

...the best independent ISP in the Twin Cities

Gypsy's Photo Gallery


So restaram os lamentos

by

Ney Sant'anna


Através dos meus poemas
Eu te mostro o morro;
Ruas de lama que aclamam
Socorro;
Barraco de madeira,
Um olhar triste na janela;
Atraves das minhas linhas eu te mostro a favela

Domingo de sol um samba de roda;
Cavaco pandeiro tam-tam
Eo chorar da viola;
É samba, é rap é funk,
Faça a sua opção,
Somos a voz do morro,
somos a voz da nação.

Mais um corpo no chão;
Prepara a champanhe chandom;
pra comemoraçao do estado;
Hoje não tem aula comercio fechado;
Estilo feriado;
Mais um corpo crivado jogado no tempo;
Não foi bom menino vendendo veneno;
Teve um triste destino, não serviu de exemplo;
Não lembro de tantos lamentos nesta comunidade;
Como será dezembro?
Será que vai haver festividade?...
O meu povo reage leva pânico pra pista:
Favela sinistra apavora cidade:
Ônibus incendiado, rodovia fechada,
O povo favelado vai para primeira pagina;
Mas não pega , enfrentar batalhão de guarda e gas lacrimogeneo;
E tomar tapa na cara de um pm nogento

Ondearam os mares
Sopraram os ventos
Pro meu povo saudade
Pro meu povo só restaram os lamentos